sábado, 12 de junho de 2010

História dos Mamonas Assassinas virou filme!


Esse ano faz 14 anos que morreram os Mamonas Assassinas.

- Quem foram esses cinco garotos que marcaram tão profundamente a história musical de nosso país?
- Que banda é essa que vendeu mais de 3 milhões de discos com apenas 8 meses de existência?

Há quem diga que eles não passavam de moleques cantando músicas sem sentido, há quem diga que eram polêmicos e faziam alusão ao que é imoral, etc.

Cada um pode ter sua teoria sobre a banda, mas quem diz isso, é claro, não prestava atenção em suas letras satíricas, sarcásticas e cheias de críticas e manifestações de inteligência da cultura de massa do Brasil e seu sistema capitalista.

Quer ver outro ponto de vista? Estávamos no ano de 1995 e já fazia um bom tempo que o Rock não era mais a sensação do momento. Mas eles mudaram o cenário musical da época.

Nunca uma banda fez tanto sucesso em tão pouco tempo. Os Mamonas Assassinas foram responsáveis por uma das maiores vendagens de disco no Brasil. Em um espaço curto de tempo venderam mais de 3 milhões de cópias e alcançaram um sucesso estrondoso e letras escrachadas e divertidas (embora não estando de acordo com nossos princípios) conquistaram jovens, adultos, idosos e crianças. (que no final das contas, nem prestava muito atenção nas letras, mas sim na alegria que eles tinham)

A piada era boa, inteligente, e pegajosa. E o melhor, não era enjoativo a curto prazo, o que causou toda a euforia e agitação quando a Brasília Amarela invadiu as rádios brasileiras.

Mas em 2 de Março de 1996 o choque de seu avião com a Serra da Cantareira em São Paulo chocou o Brasil. Não se via tanta tristeza no país deste a morte do piloto Ayrton Senna quase dois anos atrás.

Enfim, a importancia desse fenômeno cultural e a necessidade de continuar propagando mensagens de alegria, impulsionaram a idéia de um projeto: um longa de ficção, um documentário, um site e DVD's.

O filme tem previsão de estréia dia 27 de Agosto de 2010 e o trailer você confere aqui:




2 comentários:

Nina disse...

Não acredito!
Legal...

Karine Miranda disse...

Os mamonas eram imorais, faziam musicas com insinuações sexuais e crianças cantavam pensando que era coisa boa.Estavam disvirtuando as crianças, a capa do disco já dizia tudo. Não vai fazer a menor falta.
"Ai dos que perventem o caminho do Senhor desta maneira..."